sábado, 5 de abril de 2008

and I walk a space left for two.*


viver no gerúndio
ou
ir descascando

[de pés descalços]

o fruto próximo.

*machine, yyy.
[fotografia de chooupinette].

3 comentários:

ana... disse...

que os gerúndios doces nunca se tornem particípios acres. e que todos os frutos sejam rubros.

menina limão disse...

e eu que nunca me tinha apercebido desse verso da karen o?

Nani disse...

a não finalização, a eterna continuidade. parece-me bem.